Busca do site
menu

Brasil registra 197 novos agrotóxicos em 2019

ícone facebook
Publicado em:28/05/2019

Brasil registra 197 novos agrotóxicos em 2019O jornal O Globo publicou reportagem sobre a permissão de 31 novos agrotóxicos em 2019, que chega ao ritmo recorde de liberações. Desde o início do ano foram publicados 197 novos registros, dos quais 26% não são permitidos na União Europeia, diz a chamada da reportagem que cita o Dossiê Abrasco: impacto dos agrotóxicos na saúde e conversou com o pesquisador Guilherme Franco Netto, coordenado do GT Saúde e Ambiente da Associação.

O Ministério da Agricultura (Mapa) divulgou a liberação de 31 novos agrotóxicos para serem usados em lavouras brasileiras e, com isso, estabeleceu um recorde: nunca tantas permissões foram concedidas tão rapidamente no Brasil.  Ao todo, já foram publicados 197 novos registros em 2019, dos quais 28 são referentes a decisões tomadas durante a transição de governos, em dezembro. Dos novos agrotóxicos que chegam ao mercado, 26% não são permitidos na União Europeia.

Para um agrotóxico ser liberado no país, é preciso que ele passe pelo crivo do Ministério da Agricultura (responsável pela ciência agrônoma), Ibama (que estuda o impacto ambiental) e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária ( Anvisa, que analisa os impactos à saúde). A Anvisa explica que todos os produtos liberados pelo Mapa já foram testados pela agência, apesar de alguns estarem sobre reavaliação. A autarquia também afirma que mudou a separação das filas de pedidos de acordo com sua complexidade e tipo de análise.

Clique aqui e leia mais na página da Abrasco. 


Fonte: Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco)